Corrimento Branco: O que é e como tratar

corrimento branco

O que é corrimento branco?

O corrimento branco pode parecer alarmante para algumas mulheres. No entanto, na maioria das vezes, não há nada com que se preocupar.

Na verdade, a maioria das mulheres tem algum tipo de corrimento. O corrimento branco é geralmente um sinal de um ciclo menstrual normal. Isso pode lhe dar uma pista sobre o estágio do ciclo em que você se encontra. Também pode ser um sinal precoce de gravidez.

No entanto, há momentos em que o corrimento branco pode sinalizar uma infecção, como uma candidíase, que ocorre quando o fermento cresce descontroladamente, ou vaginose bacteriana (VB), que é um crescimento excessivo de bactérias na vagina.

Essas infecções costumam ser acompanhadas por outros sintomas, incluindo coceira, queimação e odor desagradável.

Corrimento branco pastoso

Ao longo do ciclo menstrual, o corrimento vaginal pode mudar de consistência e cor. Quando aparece como uma secreção branca espessa, pode ser um sinal de que seu corpo está liberando um óvulo de seus ovários, o que é chamado de ovulação .

Como é o corrimento vaginal normal?

Seu corrimento normal pode variar de leitoso a branco. Isso varia de pessoa para pessoa.

Acompanhar seu ciclo menstrual e tomar nota de seu corrimento pode ser útil para identificar quando o corrimento branco é normal e quando pode ser anormal.

Corrimento branco leitoso

O corrimento branco leitoso pode ser um sinal de que seu corpo está se preparando para a ovulação. Também pode ser um sinal precoce de gravidez.

Quando seu corpo está se preparando para ovular, ele produz uma secreção aquosa. Isso terá uma consistência mais fina. Pode parecer clara de ovo. Também será inodoro e não causará desconforto.

Ao engravidar, você também pode ter um corrimento claro ou leitoso. Isso também é inodoro e suave. Chama-se leucorreia e é uma parte normal da gravidez.

Corrimento branco grosso

Se você estiver vendo corrimento branco grosso, isso pode ser um sinal de candidíase. Essa infecção causa corrimento vaginal com consistência de queijo cottage. Você também pode sentir ardência e coceira.

Corrimento branco antes da menstruação

Corrimento branco grosso e pegajoso é um sinal de uma vagina e de um ciclo menstrual saudável . Atua como uma barreira para proteger o colo do útero contra infecções.

Conforme você se aproxima da ovulação, sua secreção vai ficar clara ou leitosa. Isso é um sinal de fertilidade, pois os espermatozoides podem nadar mais facilmente por esse tipo de secreção, ao contrário de uma secreção uma mais espessa.

Candidíase

A candidíase é muito comum e muito fácil de tratar, ​​na maioria dos casos. Na verdade, 75% das mulheres provavelmente terão pelo menos uma candidíase na vida. 

As causas da candidíase variam. Pode ser por usar um maiô molhado por muito tempo, duchas higiênicas ou uso de antibióticos.

O tratamento da candidíase pode ser feito ​​com pomadas vendidas sem receita.

Em casos de infecções persistentes, consulte seu médico para tratar as possíveis causas subjacentes, como diabetes, por exemplo .

Seu médico pode prescrever medicamentos como o fluconazol oral, um medicamento antifúngico. 

Embora a vagina seja auto-limpante e um certo nível de fungos seja normal, uma grande quantidade de fungos pode alterar o pH da vagina e causar uma infecção.

Siga estas dicas para evitar a candidíase

  • Sempre troque roupas molhadas ou maiôs o mais rápido possível : o fungo cresce melhor em ambientes úmidos e quentes, tornando os maiôs e roupas molhadas o cenário perfeito.
  • Evite duchas higiênicas : isso pode matar as bactérias que controlam o crescimento excessivo de fungos na vagina.
  • Evite o uso de absorventes internos perfumados : a fragrância pode ser irritante para a vagina.
  • Mantenha sua glicose controlada, se você tiver diabetes : O diabetes a torna mais suscetível a infecções, e controlar o diabetes pode ajudar a prevenir essas infecções.

Quando ir ao médico

Se você tiver algum corrimento que indique uma infecção, como corrimento espesso, branco e volumoso, ou corrimento que seja anormal para você, consulte seu médico ou ginecologista.

Na sua consulta, você deve fornecer informações sobre o odor, consistência e cor. Também será perguntado se você tem sintomas como coceira ou queimação. Além disso, você será questionada se o corrimento aparece junto com certas fases do seu ciclo menstrual ou durante o sexo.

Seu médico avaliará a causa sua secreção e lhe recomendará o tratamento. Se a infecção não desaparecer após a primeira rodada de tratamento, peça ao seu médico para fazer mais exames para descobrir se alguma outra coisa está causando o corrimento anormal.

Fontes:

  1. Anwar K, Gohar MS. Otomycosis; clinical features, predisposing factors and treatment implications. Pak J Med Sci. 2014 May;30(3):564-567. doi:10.12669/pjms.303.4106

  2. Viswanatha B, Naseeruddin K. Fungal infections of the ear in immunocompromised host: a review. Mediterr J Hematol Infect Dis. 2011;3(1):e2011003. doi:10.4084/MJHID.2011.003

  3. Centers for Disease Control and Prevention. Aspergillosis. Updated May 7, 2021.

  4. Gharaghani M, Seifi Z, Zarei Mahmoudabadi A. Otomycosis in iran: a review. Mycopathologia. 2015 Jun;179(5-6):415-424. doi:10.1007/s11046-015-9864-7

  5. Aremu SK, Adewoye KR, Ibrahim T. A Prospective Analysis of Otomycosis in a Tertiary Care Hospital. Int J Trop Dis. 2020 April 8;3(1):1-8. doi:10.23937/2643-461X/1710029

  6. Li Y, He L. Diagnosis and treatment of otomycosis in southern China. Mycoses. 2019 Nov;62(11):1064-1068. doi:10.1111/myc.12979

  7. Navaneethan N, YaadhavaKrishnan RP. Type of Antifungals: Does it Matter in Empirical Treatment of Otomycosis? Indian J Otolaryngol Head Neck Surg. 2015 Mar;67(1):64-67. doi:10.1007/s12070-014-0780-9

  8. Lee  A, Tysome  JR, Saeed  SR. Topical azole treatments for otomycosis. Cochrane Database of Syst Rev. 2011 Sept;(9):1-9. doi:10.1002/14651858.CD009289

  9. Ismail MT, Al-Kafri A, Ismail M. Otomycosis in Damascus, Syria: Etiology and clinical features. Curr Med Mycol. 2017 Sep;3(3):27-30. doi:10.29252/cmm.3.3.27

  10. Centers for Disease Control and Prevention. Antifungal-resistant Aspergillus. Updated May 10, 2021.

 

LEIA TAMBÉM:

Marcações: