O que é Candidíase Anal?

  • por
candidíase anal

A candidíase anal se desenvolve quando o fungo, Cândida , cresce fora de controle ao redor do ânus.

As infecções causadas por fungos são geralmente leves em pessoas saudáveis ​​e facilmente tratadas com medicamentos vendidos sem receita ou prescritos.

Seu médico pode determinar se a candidíase é a causa de seus sintomas e encontrar o melhor tratamento.

Continue lendo para descobrir mais sobre a causa, os sintomas e o tratamento da candidíase anal e dicas para evitar que voltem.

O que é candidíase anal?

A candidíase pode acontecer em qualquer parte do corpo, mas na maioria das vezes ocorre na boca, vagina, pênis e nas dobras da pele.

A candidíase anal afeta o ânus e a área ao redor dele ( perianal ).

A cândida – o fungo que causa a candidíase – é uma parte normal da flora da pele, boca, sistema digestivo, fezes e vagina da maioria das pessoas. A flora são os microrganismos – bactérias, fungos, arquéias e vírus – que vivem dentro e sobre o corpo humano.

A flora pode proteger sua saúde, ajudar na digestão e tem outros benefícios. Mas, em alguns casos, um tipo pode crescer fora de controle, causando uma infecção.


As causas da candidíase anal são:

  • Uso de antibióticos, levando a um desequilíbrio na flora
  • Diabetes ou glicose alta no sangue
  • Sistema imunológico enfraquecido
  • Má higiene (o fermento cresce melhor em ambientes quentes, escuros e úmidos)
  • Mudanças hormonais, como durante a gravidez e tomar anticoncepcionais orais

Quais os sintomas de candidíase no ânus?

Um dos primeiros sintomas que a maioria das pessoas nota é a coceira na região perianal. O prurido anal é como uma sensação de coceira crônica na pele ao redor do ânus. Estima-se que a candidíase seja responsável ​​por cerca de 15% do prurido anal.

A candidíase anal pode se espalhar facilmente para o pênis ou vagina, e a infecção também pode se espalhar para o ânus a partir dessas outras áreas.

Os sintomas da candidíase anal concentram-se na área perianal, a menos que a infecção se espalhe para outras partes do corpo. Seus sintomas podem incluir:

  • Coceira e dor
  • Sensação de queimadura
  • Pele vermelha, irritada e inflamada
  • Corrimento ou sangramento

Tratamento

O tratamento da candidíase depende da gravidade da infecção. Para a maioria das pessoas saudáveis que tem um sistema imunológico forte, as infecções não são graves e são facilmente tratadas.

Qualquer que seja o tratamento que você escolher, faça todo o tratamento para ter certeza de que a infecção foi totalmente curada.

Remédios vendidos sem receita

Existem muitas opções de remédios para candidíase que você pode comprar sem receita.

Embora a maioria dos medicamentos para candidíase seja comercializada para tratar infecções vaginais, eles podem ser usados ​​para tratar outras partes do corpo.

Eles estão disponíveis como pomadas, cremes ou supositórios antifúngicos. Os medicamentos comuns usados ​​para tratar infecções fúngicas incluem: 2

  • Miconazol 
  • Terconazol 
  • Clotrimazol 
  • Butoconazol 

Remédios vendidos com receita médica

Seu médico pode recomendar um tratamento localizado, como cremes e pomadas vendidos sem receita, ou medicamentos antifúngicos orais.

A maioria das infecções fúngicas leves a moderadas pode ser tratada com uma dose única de fluconazol.

Para infecções graves ou aquelas que continuam voltando, você provavelmente precisará de um tratamento mais longo. Seu médico pode recomendar:

  • Pomadas, cremes e supositórios usados ​​diariamente por até duas semanas, depois uma vez por semana por alguns meses
  • Doses múltiplas de um medicamento antifúngico oral, como o fluconazol

Tratamentos caseiros

Tratamentos naturais e caseiros para controlar as infecções podem ser usados, mas nem todos foram comprovados para tratar as infecções.

Existem algumas pesquisas que confirmam a melhora dos sintomas da candidíase anal com tratamentos caseiros:

  • Óleo de melaleuca: um estudo mostrou que o óleo de melaleuca pode ajudar a melhorar o tratamento da candidíase. Este estudo combinou o óleo com a medicação fluconazol para ajudar a tratar infecções recorrentes. 5
  • Azeite ozonizado: Um estudo descobriu que o azeite ozonizado pode ser um tratamento tópico eficaz para infecções fúngicas. 6
  • Alho e tomilho: Este estudo comparou um creme contendo alho e tomilho a um creme de clotrimazol. Eles descobriram que os dois cremes eram igualmente eficazes no tratamento de infecções.

Antes de fazer qualquer tratamento caseiro, converse com seu médico. Alguns remédios caseiros têm efeitos desconhecidos, são ineficazes ou podem interagir com outros medicamentos.

Prevenção

Você pode reduzir o risco de ter candidíase anal ou em qualquer outra parte do corpo, tomando as seguintes precauções:

  • Evitando a umidade na pele
  • Usar roupa íntima de algodão
  • Use roupas largas e respiráveis
  • Mantenha seu peso ideal
  • Lave bem e coloque roupas secas após os treinos ou natação
  • Evite usar produtos perfumados para limpar áreas de risco
  • Use proteção física (preservativos nas relações sexuais
  • Tome um suplemento de probióticos diariamente ou coma alimentos com probióticos para promover uma flora saudável
  • Evite comer alimentos ricos em carboidratos e controle os níveis de glicose no sangue.

Conclusão:

A candidíase anal geralmente são tratadas com medicamentos de venda livre ou prescritos.

Seu médico pode avaliar se a candidíase é realmente a causa de seus sintomas e indicar as melhores opções de tratamento.

Se você tiver várias infecções, converse com seu médico para ver se há algo mais afetando sua saúde, como diabetes.

Sempre tome todo os medicamentos, mesmo que os sintomas tenham desaparecido, para garantir que a infecção tenha curado totalmente.

LEIA TAMBÉM:

Fontes:

  1. Johns Hopkins Medicine. Yeast infection.

  2. MedlinePlus. Yeast infection. Updated July 19, 2017.

  3. Ansari P. Pruritus aniClin Colon Rectal Surg. 2016;29(01):038-042. doi:10.1055/s-0035-1570391

  4. Baylor Medicine. Recurrent yeast infections.

  5. Mertas A, Garbusińska A, Szliszka E, Jureczko A, Kowalska M, Król W. The influence of tea tree oil (Melaleuca alternifolia) on fluconazole activity against fluconazole-resistant candida albicans strainsBiomed Res Int. 2015;2015. doi:10.1155/2015/590470

  6. Tara F, Zand-Kargar Z, Rajabi O, et al. The effects of ozonated olive oil and clotrimazole cream for treatment of vulvovaginal candidiasisAltern Ther Health Med. 2016;22(4):44-49.

  7. Bahadoran P, Rokni FK, Fahami F. Investigating the therapeutic effect of vaginal cream containing garlic and thyme compared to clotrimazole cream for the treatment of mycotic vaginitis. Iran J Nurs Midwifery Res. 2010;15(Suppl1):343-349.

  8. Cleveland Clinic. Yeast infections. Updated October 26, 2019.