Pode Amamentar com Candidíase?

Quem está com candidíase mamária pode amamentar, mas o tratamento deve ser feito no bebe e na mãe.

Pode amamentar com candidíase?

Compartilhe nas redes sociais!

Quem está com candidíase mamária pode amamentar?

As infecções fúngicas ou candidíase mamária, ocorrem na área dos mamilos e seios e são comuns durante a amamentação, agora se você está amamentando e está com os sintomas, pode estar se perguntando de pode amamentar com candidíase.

O chamado sapinho oral e a candidíase mamária andam de mãos dadas quando se trata da amamentação. As causas mais comuns dessas infecções são os fungos Candida Albicans que vivem naturalmente em seu corpo. Embora as infecções possam acontecer em qualquer lugar, as áreas mais comuns são a boca, a virilha e as áreas onde a pele fica coberta constantemente ou está atrito constante.

Se você está com candidíase mamária e está amamentando um bebê com sapinhos e deve tomar medidas para prevenir ou interromper o ciclo da infecção para aliviar os sintomas.

Conteúdo:

  1. Candidíase mamária sintomas
  2. Sintomas de candidíase oral em bebes ( sapinho )
  3. Posso amamentar com candidíase mamária?
  4. Como tratar a candidíase mamária?
  5. Tratamento antifúngico para o bebê:

Candidíase mamária sintomas

Pode amamentar com candidíase?
Sintomas de candidíase mamária

Os sintomas de candidíase mamária são:

  • Coceira, pele escamosa ou brilhante na aréola ou nos mamilos
  • Mamilos vermelhos ou rachados
  • Sensação de pontadas profundas em seus seios durante ou entre as mamadas

Sintomas de candidíase oral em bebes ( sapinho )

  • Lesões brancas em alto relevo na língua ou dentro das bochechas
  • Vermelhidão ou irritação ao redor dos lábios
  • Sangramento ou rachadura nos lábios

Mas, também é possível que o bebê não apresente sintomas.

Posso amamentar com candidíase mamária?

Se você estiver amamentando e você ou seu bebê desenvolver sapinhos, ambos precisarão de tratamento. Você pode continuar amamentando enquanto trata o sapinho no bebe e a candidíase mamária, de acordo com a La Leche League, International .

As células do fungo da candidíase mamilar e outras infecções fúngicas, podem ser transmitidas a outras pessoas pelo contato pele a pele. Na maioria dos casos, isso não causa infecção, mas essa facilidade de transmissão é o que torna tão importante o tratamento do sapinho. Fique atenta aos sintomas de candidíase em outros membros da sua família.

Como tratar a candidíase mamária?

O tratamento tradicional para as mães que amamentam e para os bebês normalmente é feito com um creme ou pomada antifúngico tópico para seus mamilos e uma solução oral para seu filho. Continue o tratamento pelo tempo indicado pelo seu médico, mesmo que os sintomas desapareçam . 

Os remédios antifúngicos mais comuns usados ​​para tratar a candidíase mamária são:

Pomada para candidíase mamária:

  • Miconazol
  • Clotrimazol
  • Nistatina

Remédio oral para candidíase mamária:

Fluconazol

Tratamento antifúngico para o bebê:

  • Suspensão oral de nistatina
  • Violeta de genciana (mas pode causar irritação e ulceração)
  • Fluconazol oral

Conclusão

A candidíase mamária e oral no bebe, são comuns durante a amamentação.

A candidíase na mama pode ser persistente e difícil de eliminar. Você pode precisar de uma combinação de cremes tópicos, remédios caseiros e uma boa dose de paciência para tratar a candidíase mamária. Lembre-se de que cuidar de si mesma é uma forma de cuidar do seu bebê.

LEIA TAMBÉM:

Fontes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *