Principais Doenças Sexualmente Transmissíveis [ DST ]

As principais doenças sexualmente transmissíveis e seus sintomas.

Principais Doenças Sexualmente Transmissíveis [ DST]

Compartilhe nas redes sociais!

O que é uma doença sexualmente transmissível?

O termo doença sexualmente transmissível (DST) é usado para se referir a uma doença transmitida de uma pessoa a outra por meio do contato sexual. Você pode contrair uma DST fazendo sexo vaginal, anal ou oral desprotegido com alguém que tenha a DST.

Uma DST também pode ser chamada de infecção sexualmente transmissível (IST) ou doença venérea (VD).

Isso não significa que o sexo é a única forma de transmissão das DST. Dependendo da DST específica, as infecções também podem ser transmitidas por meio do compartilhamento de agulhas e da amamentação.

Quais são os tipos de DST?

Muitos tipos diferentes de infecções podem ser transmitidos sexualmente. As DSTs mais comuns são:

Clamídia

Um certo tipo de bactéria causa clamídia. É a DST mais comum. Muitas pessoas com clamídia não apresentam sintomas perceptíveis. Quando os sintomas se desenvolvem, eles geralmente são:

  • Dor ou desconforto durante o sexo ou urinar
  • Corrimento verde ou amarela no pênis ou na vagina
  • Dor na parte inferior do abdômen

HPV (vírus do papiloma humano)

O papilomavírus humano (HPV) é um vírus que pode ser transmitido de uma pessoa para outra através do contato íntimo pele a pele ou sexual. Existem muitas cepas diferentes do vírus. Alguns são mais perigosos do que outros.

O sintoma mais comum do HPV são verrugas, também conhecida como crista de galo, nos genitais, boca ou garganta.

Algumas cepas de infecção por HPV podem causar vários tipos de câncer.
Embora a maioria dos casos de HPV não se torne cancerígena, algumas cepas do vírus têm maior probabilidade de causar câncer do que outras.

De acordo com Instituto Nacional do Câncer ( EUA ), a maioria dos casos de câncer relacionado ao HPV é causada por HPV 16 e HPV 18. Essas duas cepas de HPV são responsáveis ​​por 70% de todos os casos de câncer cervical.

Não há tratamento para HPV. No entanto, as infecções por HPV geralmente desaparecem por conta própria. Também existe uma vacina disponível para proteger contra algumas das cepas mais perigosas, incluindo HPV 16 e HPV 18.

Se você contrair HPV, testes e exames adequados podem ajudar seu médico a avaliar e evitar o risco de complicações. 

Sífilis

A sífilis é outra infecção bacteriana. Muitas vezes passa despercebido em seus estágios iniciais.

O primeiro sintoma que aparece é uma pequena ferida redonda, conhecida como cancro. Ele pode se desenvolver nos órgãos genitais, ânus ou boca. É indolor, mas muito infeccioso.

Os sintomas posteriores de sífilis são:

  • Erupção cutânea
  • Fadiga
  • Febre
  • Dores de cabeça
  • Dor nas articulações
  • Perda de peso
  • Perda de cabelo

Felizmente, se detectada a tempo, a sífilis é facilmente tratada com antibióticos. No entanto, a sífilis em um recém-nascido pode ser fatal. É por isso que é importante que todas as mulheres grávidas façam o teste para sífilis.

Quanto mais cedo a sífilis for diagnosticada e tratada, menos danos ela causará. 

HIV

O HIV pode danificar o sistema imunológico e aumentar o risco de contrair outros vírus ou bactérias e certos tipos de câncer. Se não for tratada, pode levar ao estágio 3 do HIV, conhecido como AIDS . Mas com o tratamento de hoje, muitas pessoas que vivem com HIV nunca desenvolvem AIDS.

Nos estágios iniciais ou agudos, é fácil confundir os sintomas do HIV com os da gripe. Por exemplo, os primeiros sintomas podem ser:

  • Febre
  • Arrepios
  • Dores
  • Gânglios linfáticos inchados
  • Dor de garganta
  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Erupções cutâneas

Esses sintomas iniciais geralmente desaparecem em cerca de um mês. Desse ponto em diante, uma pessoa pode ser portadora do HIV sem desenvolver sintomas graves ou persistentes por muitos anos . Outras pessoas podem desenvolver  outros sintomas.

Ainda não há cura para o HIV, mas há opções de tratamento disponíveis para manter a doença controlada. O tratamento precoce pode ajudar as pessoas com HIV a viver tanto quanto aquelas sem HIV.

O tratamento adequado também pode diminuir suas chances de transmitir o HIV a um parceiro sexual . Na verdade, o tratamento pode reduzir potencialmente a quantidade de HIV em seu corpo a níveis indetectáveis. Em níveis indetectáveis, o HIV não pode ser transmitido a outras pessoas.

Gonorreia

A gonorreia é outra DST bacteriana comum. Muitas pessoas com gonorreia não apresentam sintomas. Mas, quando aparecem, os sintomas podem ser:

Uma secreção branca, amarela, bege ou verde no pênis ou na vagina
Dor ou desconforto durante o sexo ou urinar
Micção mais frequente do que o normal
Coceira nos genitais
Dor de garganta

É possível que uma mãe passe gonorreia a um recém-nascido durante o parto. Quando isso acontece, a gonorreia pode causar sérios problemas de saúde ao bebê. É por isso que muitos médicos exigem que as mulheres grávidas façam o teste e o tratamento para possíveis DSTs.

Piolhos Pubiano ( CHATO )

“Chato” é outro nome para os piolhos pubianos. Eles são minúsculos insetos que podem fixar residência em seus pelos púbicos. Como os piolhos da cabeça e do corpo, eles se alimentam de sangue humano.

Os sintomas comuns do chato são:

Coceira nos genitais ou ânus
Pequenas saliências rosa ou vermelhas ao redor dos genitais ou ânus
Febre baixa
Falta de energia
Irritabilidade

Você também poderá ver os piolhos ou seus pequenos ovos brancos ao redor das raízes dos pelos pubianos. Uma lupa pode te ajudar a ver melhor.

Se não forem tratados, os piolhos púbicos podem se espalhar para outras pessoas através do contato pele a pele ou compartilhando roupas, roupas de cama ou toalhas. A mordidas do chato também podem infeccionar. É melhor tratar as infestações imediatamente.

Tricomoníase

A tricomoníase também é causada por um minúsculo organismo protozoário que pode ser transmitido de uma pessoa para outra por meio do contato genital.

Menos de um terço das pessoas com tricomoníase tem sintomas. Quando os sintomas se desenvolvem, eles podem ser:

  • Secreção na vagina ou pênis
  • Ardor ou coceira ao redor da vagina ou pênis
  • Dor ou desconforto ao urinar ou fazer sexo
  • Micção frequente

Nas mulheres, o corrimento causado pela tricomoníase geralmente tem um cheiro desagradável de peixe.

Herpes

Herpes é um vírus, e existem duas cepas principais do vírus, HSV-1 e HSV-2. Ambos podem ser transmitidos sexualmente. É uma DST muito comum. 

O HSV-1 causa principalmente herpes oral, que é responsável pelo herpes labial . No entanto, o HSV-1 também pode ser transmitido da boca de uma pessoa para os órgãos genitais de outra durante o sexo oral. Quando isso acontece, o HSV-1 pode causar a herpes genital.

O HSV-2 causa principalmente o herpes genital.

O sintoma mais comum do herpes são feridas com bolhas. No caso do herpes genital, essas feridas se desenvolvem nos órgãos genitais ou em torno deles. Na herpes oral, eles se desenvolvem na boca ou ao redor dela.

As feridas da herpes geralmente formam crostas e cicatrizam em algumas semanas. O primeiro surto geralmente é o mais doloroso. Os surtos geralmente se tornam menos dolorosos e frequentes com o tempo.

Se uma mulher grávida tem herpes, ela pode transmitir ao feto no útero ou ao recém-nascido durante o parto. Esse herpes congênito pode ser muito perigoso para os recém-nascidos. É por isso que as mulheres grávidas dever fazer os testes para herpes.

Ainda não há cura para o herpes. Mas existem medicamentos para ajudar a controlar os surtos e a aliviar a dor das feridas. Os mesmos medicamentos também podem diminuir as chances de transmitir a herpes para seu parceiro(a) sexual.

LEIA TAMBÉM:

Fontes: