Sintomas de Candidíase Oral

Para saber se você está com candidíase na boca, observe esses sintomas.

Sintomas de Candidíase Oral

Compartilhe nas redes sociais!

Quais os sintomas da candidíase oral?

Para a maioria das pessoas, a candidíase oral ou sapinho não causa problemas graves, mas as pessoas com sistema imunológico enfraquecido, os sintomas da candidíase oral podem ser muito mais graves.

A candidíase é normalmente causada pelo fungo Candida albicans , mas também pode ser causada por Candida glabrata ou Candida tropicalis .

O resultado do tratamento é geralmente muito bom. A maioria das pessoas responde bem ao tratamento. No entanto, a candidíase oral pode reaparecer, principalmente se a causa (tabagismo, por exemplo) não for tratado.

Sintomas 

A candidíase oral em adultos geralmente aparece como manchas espessas, brancos ou de cor creme na membrana mucosa da boca (partes úmidas do interior da boca), como bochechas, língua , amígdalas , gengivas ou lábios.

A mucosa (membrana) pode ficar inchada e ligeiramente vermelha . As manchas podem ser altas. Pode causar desconforto ou sensação de queimação.

Se as manchas de cor creme ou branca forem raspadas ou mordidas, pode ocorrer sangramento.

As manchas brancas podem se juntar e formar outras maiores, também conhecidas como placas; podem então ter cor acinzentada ou amarelada.

Ocasionalmente, a área afetada simplesmente fica vermelha e dolorida, sem manchas brancas visíveis.

Pessoas que usam próteses podem ter áreas constantemente vermelhas e inchadas sob a prótese. A falta de higiene oral ou não retirar a dentadura antes de dormir pode aumentar o risco.

A candidíase oral às vezes é dividida em três grupos com base na aparência.

Pseudomembranosa

A versão clássica e mais comum dos sapinhos.

Sintomas de Candidíase Oral

Eritematosa (atrófica) 

De cor vermelha viva, em vez de branca.

Sintomas de Candidíase Oral

Hiperplásica

Sintomas de Candidíase Oral

Também conhecida como “ candidíase em placa ” ou “candidíase nodular” devido à presença de uma placa sólida branca e difícil de remover. Esta é a variante menos comum; é mais freqüente em pacientes com HIV .

Conclusão:

Na grande maioria dos casos, o médico pode diagnosticar a candidíase oral examinando a boca do paciente e analisando os sintomas.

O médico pode raspar um pouco do tecido do interior da boca para analisar.

Se o médico acredita que a candidíase oral é causada por uso de algum medicamento ou alguma outra doença, essa causa deve ser tratada. Os tratamentos nesses casos dependem da causa.

LEIA TAMBÉM:

Fontes: